11 99231-6498
Language:
11 99231-6498
SIGA-NOS

Museus

MUSEU REPUBLICANO “CONVENÇÃO DE ITU”

MUSEU-REPUBLICANO.jpg
No ano de 1867, foi inaugurado um elegante sobrado, situado à Rua do Carmo, atual Barão do Itaim, construído por Francisco de Almeida Prado. A fachada  era revestida de azulejos. Foi nesse prédio que, a 18 de abril de 1873, realizou-se a reunião de políticos e fazendeiros com os Clubes Republicanos, com 133 presentes. Batizada de Convenção de Itu semeou as bases do movimento que cresceu pelo Brasil e mais tarde derrubou a Monarquia no país, tornando-o uma República Federativa.

No Cinquentenário da Convenção, o sobrado foi transformado, em 1923, pelo então Presidente do Estado Washington Luís Pereira de Sousa em museu, o qual possui valioso acervo relativo aos republicanos históricos e à memória de Itu. Hoje é administrado pela Universidade de São Paulo.

Endereço: Rua Barão do Itaim, 67 – Centro.
Fone: (011) 4023-0240
Horário: de 3ª a Sábado – das 10 às 17h. Domingos – das 9h às 16h.

MAHMI – MUSEU E ARQUIVO HISTÓRICO MUNICIPAL DE ITU

Data de Fundação do Museu de Arquivo Histórico = 08 de Novembro de 1989

Horário de visita: de 2ª a Domingo - das 13h às 17h.
O Museu de Arte Sacra de Itu foi criado em maio de 1960 e funcionou, inicialmente, junto à Igreja de N.S. do Patrocínio e depois se transferiu para o Convento do Carmo. O local ficou pequeno e a melhor solução foi transferi-lo para as instalações da Secretaria de Cultura na esquina da Rua Paula Souza com o Becão.
Em 31 de março de 1989, foi criado no local o Espaço Almeida Júnior, famoso pintor ituano, onde acontecem exposições permanentes de obras de arte e diversas atividades culturais. Nele foi instalado o Museu de Arte Sacra, em 29 de fevereiro do ano 2000.

O prédio tem história, como tudo em Itu. Por muitos anos ali funcionou o Grupo Escolar Cesário Motta, sobrado construído pelo Barão de Itu, Bento Paes de Barros, para residência de sua família e inaugurado em 1858. Muitas gerações de ituanos ali estudaram.

O Museu guarda em seu acervo objetos da cultura popular, imagens religiosas e do culto católico, além de obras de arte atribuídas ao Padre Jesuíno do Monte Carmelo (1764-1819).

MUSEU DE ARTE SACRA “PADRE JESUÍNO DO MONTE CARMELO”.
Endereço: Situado na Casa da Praça (antigo Ytuano Clube)– Centro.
Fone: (011) 4023-0363.

MUSEU DA ENERGIA

MUSEU-DA-ENERGIA.jpg
À esquina do Becão com a Rua Paula Souza, defronte o sobrado dos Barões de Itu, há outro importante marco da arquitetura urbana de Itu – o Museu da Energia. Pertence, hoje, á Eletropaulo e mostra todas as fases da eletrificação da cidade e peças antigas ligadas à energia. O imponente sobrado pertencia, em 1865, ao Tenente Antônio Correa Pacheco e Silva, irmão do Padre Miguel que dá nome à mais importante praça da cidade, onde fica a matriz de N.S. da Candelária. Nele, o turista pode apreciar a decoração da bela fachada de azulejos portugueses. Suas instalações foram utilizadas pela Companhia Ituana de Força e Luz e Light and Power.
Construído em 1847, o sobrado do Museu da Energia serviu, originalmente, de moradia para membros da família Pacheco, ricos produtores de açúcar da região. Em 1908, a edificação foi vendida à Companhia Ituana de Força e Luz. Por 90 anos, abrigou os escritórios das empresas de eletricidade que atuaram em Itu: a Cia Ituana de Força e Luz (1908-1927), a The São Paulo Light & Power (1927-1981), a Eletropaulo (1981-1997) e a Empresa Bandeirante de Energia (1997-1998). Após restauro do sobrado, o Museu da Energia de Itu foi aberto a público em 1999. 

Endereço: Rua Paula Souza, 669.
Horário de funcionamento: Segunda a Quarta e Sexta a Domingo, inclusive feriados, das 10 às 17 horas; Quinta, das 10 às 21horas.
Telefone: (011) 4022-6832.

MUSEU DO QUARTEL

MUSEU-DO-QUARTEL.jpg
O museu funciona de segunda a quinta-feira, sábados, domingos e feriados das 9h às 12h e das 13h às 16h. Nas sextas-feiras, os visitantes podem conferir o acervo apenas no período da manhã. A visitação é gratuita.
O Espaço Cultural “Domingos Fernandes” (bandeirante fundador de Itu, em 1610), que fica dentro do Regimento Deodoro, atual 2º Grupo de Artilharia de Campanha leve, abriga o Museu do Quartel com salões que expõem fotos antigas, a participação na Revolução Constitucionalista de 1932, galeria de uniformes históricos, pratarias antigas e medalhas de Papas do colégio da ordem jesuíta, além de diversos obuses (canhões) calibre 75 de origem alemã e a bela Igreja de São Luiz Gonzaga.

Os que o visitam, além de conhecer a história dessa unidade militar do Exército Brasileiro, tomarão conhecimento sobre o tradicional Colégio São Luiz, famoso em todo o interior do Estado, dedicado somente a meninos, inaugurado em 1867.

Depois de 50 anos de atividades, em 1917 foi transferido para São Paulo, instalando-se num grande prédio, com Igreja anexa, na Avenida Paulista, onde funciona até hoje. 

Endereço:​ Praça Duque de Caxias, número 284
Telefone: (11) 4022-1184.

Museu da Música de Itu

museu da música - 2.jpg
Em 14 de dezembro de 2007, foi fundado por um grupo de cidadãos, o Museu da Música- Itu, uma instituição museológica cujo objetivo é a preservação da música enquanto patrimônio imaterial cultural e fonte de pesquisa e aprendizado.

A Associação Cultural Vozes de Itu foi a primeira entidade que se associou, juntamente com o Museu da Energia, aquela na divulgação de obras musicais preservadas no acervo e este abrigando pequenas mostras culturais.
Quando o museu foi criado não se imaginava que a adesão a sua proposta seria tão rápida; objetos, fotografias, documentos textuais, gravações, discos, apareceram de toda parte; muitos cidadãos quiseram trazer um pouco da história da música em Itu para compor o acervo, para garantir que esteja preservado e disponível para pesquisa. As partituras, cerca de dez mil, estão em fase final de catalogação. Há um grupo de voluntários e estudantes trabalhando desde 2009 na organização de todo o material. Outra atividade importante é recolher depoimentos de músicos e cantores, que ficam registrados como mais uma fonte de pesquisa – oral – da história recente da nossa música.

2009 foi um ano fundamental para o Museu da Música, porque, em parceria com a Protur, abriu uma sede para a instituição, uma casa abrigando o acervo, exposições, ações educativas, enfim, um lugar significativo, historicamente ligado à música – casa do velho seresteiro Luís de Francisco. Naquele ano abriu a exposição ligada à ópera A Noite de São João, reunindo pesquisa sobre a obra de Elias Lobo.

A única mantenedora do Museu da Música – Itu é o Instituto Cultural de Itu, associação de amigos, formada em 1999, cujos participantes não medem esforços para a concretização dos propósitos. Os recursos vêm de seus associados, de doações para atividades, ou iniciativas como a edição de livros, por exemplo, os que foram organizados pelo Engº Jair de Oliveira: Itu, 400 anos e Memória de Itu.

Importante salientar a imensa colaboração de entidades como a Igreja do Carmo e a Chácara do Rosário, que acreditam na iniciativa de tornar a sociedade ituana mais feliz a partir da sensibilização que a arte proporciona.
O Museu da Música de Itu, tem a Curadoria da Profª Maria de Lourdes Figueiredo Sioli, que colabora voluntariamente, o que dignifica ainda mais sua atuação. O mais marcante é que o grupo só está crescendo. O Museu da Música – Itu é uma realidade!
O Museu da Música continuará a receber turmas mediante agendamento em outros dias da semana. Para agendamento utilize o e-mail: museudamusicaitu@gmail.com
Todas as atividades do Museu da Música são voluntárias e a visita é gratuita.

Sede: Rua Floriano Peixoto, 480
Preço: Entrada franca
Horário: Todos os domingos das 11 às 16 horas..
E-Mail: museudamusicaitu@gmail.com
Luís Roberto de Francisco
Coordenador de Acervo e Documentação do Museu da Música – Itu.