11 99231-6498
Language:
Apresentação
11 99231-6498
SIGA-NOS

Notícias

Embratur diz que o “visitbrasil.com” esta muito mais completo. Não esta.

Vamos combinar que um dos principais destinos turísticos do Brasil é São Paulo, pelo fortíssimo turismo de negócios e eventos. Mesmo porque a situação do Rio de Janeiro, no momento, esta inviável. Depois dos negócios, os investidores que nos visitam também apreciam fazer um pouco de turismo, especialmente se estão acompanhados. No caso do Estado de São Paulo é gritante o interesse dos turistas europeus em conhecer os marcos e patrimônios históricos do interior paulista onde aflorou o bandeirantismo, a economia da cana de açúcar e do café nas fazendas históricas, abertas ao turismo e o início da industrialização do Brasil.
Só três cidades paulistas constam dessa promoção turística da Embratur. São Paulo, pelo poderio econômico e por ser a capital da Arte no país, Aparecida, principal atração do turismo religioso do país, e Campos do Jordão, classificada como a Suiça brasileira. Ora, quem vem da Europa não deseja conhecer uma Suiça no Brasil. O interesse é mais focado no turismo histórico e cultural, como o caso das mineiras, Ouro Preto com as obras do Aleijadinho, Mariana, São João Del Rei e Tiradentes.
O site de promoção turística da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), com foco no visitante estrangeiro, passou por reformulação e traz mais de 900 conteúdos com base em experiências vividas em destinos e atrativos turísticos no País. Mas continua ignorando alguns pontos importantes do turismo histórico brasileiro muito procurados por americanos, europeus e asiáticos.
Levando-se em consideração que o turista internacional é representado por pessoas mais idosas, aposentados e ávidos pelo conhecimento da história do Brasil, um país tão novo e de imenso potencial. Assim, o período colonial brasileiro entusiasma os que nos visitam em busca da cultura nacional. E onde encontrar amostras do que foi o Brasil nos séculos XVII, XVIII e XIX ?
A resposta é bem perto de São Paulo, com os seus dois aeroportos internacionais, de Guarulhos e de Viracopos, próximo a Campinas. Este último a apenas 130 km da Capital. Nossa história foi criada às margens do Rio Tietê que percorre todo o interior do Estado. Primeiro com as expedições dos Bandeirantes, desbravando e fundando cidades. Depois com a riqueza proporcionada pelas culturas da cana de açúcar e café.
O Roteiro dos Bandeirantes, que percorre as históricas cidades de Santana de Parnaíba, Pirapora do Bom Jesus, Cabreúva, Itu, Salto e Porto Feliz retratam bem a história do Brasil Colônia. As fazendas bandeirantistas são grandes atrações, servindo culinária caipira, proporcionando passeios incríveis bem longe das propostas de turismo divulgadas pelo governo: surfe, mergulho, escalada, rapel, balonismo, golfe etc.
A cidade de Itu, por exemplo, distante somente 100 km de São Paulo, com o aeroporto internacional de Viracopos a apenas 30 km de Itu, representa muito bem nosso período colonial, a escravidão, a arquitetura barroca das grandes igrejas e o desenvolvimento industrial do interior de São Paulo. Tudo sobre o imenso patrimônio histórico da cidade, que brinca com o folclore de que lá tudo é grande, esta descrito, com centenas de fotos, vídeos e textos, no sítio www.grandeitu.com.br